Ferrari teria sido obrigada a usar menos combustível em 2020
Em transmissão na Twitch, Mika Salo disse que a Ferrari foi obrigada a usar menos combustível como punição por motor adulterado.
Por Sérgio Siverly em 23/02, às 15h19

A Ferrari foi obrigada a usar menos combustível em 2020 como punição por ter um motor fora do regulamento em 2019, de acordo com o ex-piloto e comissário convidado da FIA, Mika Salo.

O finlandês, que guiou pela Scuderia em 1999, substituindo Michael Schumacher que tinha quebrado a perna após seu acidente em Silverstone, é um dos pilotos convidados para ser comissário em algumas corridas da F1.

Em 2019, o time de Maranello tinha um dos motores mais fortes do grid, o que levou muitos a duvidar da legalidade do mesmo. Max Verstappen, por exemplo, disse que o time estava trapaceando com seu motor e a Red Bull entrou com um pedido formal na FIA para que uma possível brecha no fluxo de combustível fosse estudada.



A entidade que regula a categoria, então, soltou um comunicado proibindo qualquer forma de brecha no fluxo de combustível antes do GP dos Estados Unidos. Curiosamente, o desempenho da Ferrari caiu imediatamente.

No final dos testes de pré-temporada de 2020, a FIA comunicou no final do último dia de carros na pista já com os jornalistas deixando o circuito, que tinha chegado a um acordo com a Scuderia e que a equipe ainda auxiliaria nos estudos para evitar fraudes com a unidade de potência da F1.

Em uma transmissão em seu canal na Twitch, falando sobre a Alfa Romeo, Salo deu detalhes dos motivos que levaram o motor Ferrari a ser tão fraco no ano passado.

FIA REAFIRMA que MOTOR da Scuderia FERRARI é LEGAL

🗣”Eles sofreram com a trapaça da Ferrari no ano passado porque tinham que usar menos combustível, então, acredito que a Alfa pode ter um bom ano usando o motor no máximo".

Perguntado se o motor italiano seria novo neste ano por seu companheiro de transmissão, Salo respondeu:

🗣"Eu não sei se é um novo motor, mas agora poderão usá-lo na máxima potência. Eles tinham que usar menos combustível como punição por trapacearem no ano passado - 2019”.

O diretor da Scuderia, Mattia Binotto, já confirmou que o motor Ferrari de 2021 é completamente novo.

Sérgio Siverly
O menino que ficava em frente da TV com um prato fingindo ser um piloto de F1 nos anos 1990 e o cabeça de gasolina por trás do BOTECO F1.

BOTECO F1
Todos os direitos reservados
2021