VERSTAPPEN lidera TREINO em PISTA SUPER ONDULADA
Por Sérgio Siverly em 01/11/2019, às 15h48

remove_red_eye  1025
O primeiro treino livre do GP dos Estados Unidos contou com uma pista gelada e cheia de ondulações.
Max Verstappen liderou o primeiro treino livre para o Grande Prêmio dos Estados Unidos numa pista gelada e cheia de ondulações. Quando o treino começou, a temperatura estava pouco acima de 10°C gerando muitas dificuldades para os pilotos na pista que está cheia de ondulações. Lewis Hamilton classificou o Circuit of the Americas como a pista mais ondulada do mundo durante suas voltas. As ondulações estão mais severas na reta da linha de chegada, na saída dos pits e na curva 9.
O tempo mais rápido de Verstappen, 1:34.057, o colocou um décimo à frente de Sebastian Vettel, com Alex Albon não tão longe com a outra Red Bull. Pierre Gasly colocou um terceiro carro da Honda entre os quatro primeiros. Daniel Ricciardo ficou em quinto com sua Renault. O seu companheiro de equipe, Nico Hulkenberg, ficou em 16°, mas teve problemas hidráulicos em seu carro. A Haas testou uma nova asa dianteira e Romain Grosjean ficou muito feliz com o equilíbrio de seu carro. O francês elogiou bastante a aderência traseira de seu VF19 que lhe ajudou a ficar com o sexto melhor tempo. O próximo foi Charles Leclerc que teve um problema com o pedal do acelerador no início da sessão. O monegasco também reclamou de problemas na transmissão de sua Ferrari, o time alegou que as ondulações da pista estavam causando a falha. A Mercedes mais rápida ficou apenas em oitavo, Lewis Hamilton, entretanto, marcou o quarto melhor tempo que foi deletado por ultrapassar os limites da pista na curva 19. Outros pilotos, incluindo Verstappen, tiveram tempos deletados nesta parte do circuito também. A Racing Point de Lance Stroll foi o sétimo carro diferente entre os nove primeiros. Kevin Magnussen ficou com o décimo lugar, apesar de seu MGU-K desativar após passar por uma das ondulações.

O menino que ficava em frente da TV com um prato fingindo ser um piloto de F1 nos anos 1990 e o cabeça de gasolina por trás do BOTECO F1.

Vídeos relacionados
Desenvolvido por
Contém Tecnologia