Lewis HAMILTON VENCE o GP da RÚSSIA com DOBRADINHA
Por Sérgio Siverly em 29/09/2019, às 09h59

remove_red_eye  1068
Pentacampeão colocou as mãos no hexacampeonato com uma inesperada vitória em Sóchi.
Lewis Hamilton venceu o Grande Prêmio da Rússia com Valtteri Bottas em segundo na primeira dobradinha da Mercedes após o recesso de verão. Na largada, Sebastian Vettel conseguiu pular de terceiro para a liderança da prova, algo que seu companheiro de equipe, Charles Leclerc, temia. Outro piloto que teve uma excelente largada foi a McLaren de Carlos Sainz que passou Valtteri Bottas pela quarta posição. No pelotão intermediário, Daniel Ricciardo, Romain Grosjean e Antonio Giovinazzi se enroscaram na curva 4. O lance acabou sendo pior para o francês que acabou na barreira de TecPro. Ricciardo teve seu pneu furado e teve que parar para troca dos compostos.
Giovinazzi também parou para trocar o bico. O toque entre os pilotos gerou um período de Safety Car. Quando acabou, Vettel largou muito bem seguido de Leclerc, Hamilton e Sainz. Na volta 6, a Ferrari informou à Leclerc que Vettel o deixaria ultrapassar, mas no início da 7, foi Bottas que passou Sainz. Pelo rádio, Vettel disse que não poderia abrir espaço para o companheiro de equipe porque ficaria exposto à Hamilton. Vettel disse que Hamilton estava muito próximo de Leclerc para a troca de posições e que ficaria exposto ao britânico. Vale dizer que o monegasco não ficou nada feliz.
Kimi Raikkonen foi punido com um Drive-Though por queimar a largada em sua Alfa Romeo. Após 15 corridas, os líderes começaram a cuidar dos pneus para adiar a troca nos pits. Na volta 21, a McLaren chamou Lando Norris que trocou os compostos macios pelos médios. Na volta seguinte, foi a vez de Sainz parar. O espanhol conseguiu voltar à frente do companheiro de equipe. Na mesma volta, Charles Leclerc entrou nos boxes e colocou pneus médios. O piloto voltou atrás de Valtteri Bottas. Na volta 25, Alex Albon conseguiu, após muito tempo, ultrapassar Pierre Gasly na curva 4. Na volta 26, Daniel Ricciardo abandonou a prova nos boxes da Renault. Sebastian Vettel parou para colocar pneus médios e voltou atrás de Charles Leclerc. A Ferrari havia executado o undercut. Na volta 28, o carro de Vettel teve um problema no MGU-K e o alemão teve que abandonar pela primeira vez na temporada causando um período de VSC.
Vários pilotos aproveitaram o momento de neutralização da prova para a troca de pneus, incluindo as Mercedes, dessa forma, a Hamilton conseguiu permanecer na liderança da corrida. Na volta seguinte, George Russell, aparentemente, teve um problema nos freios e foi parar na barreira de TecPro causando um período de Safety Car. Logo após, foi a vez da outra Williams abandonar quando Robert Kubica trouxe o seu carro para a garagem azul. Na volta 30, Charles Leclerc entrou para os boxes e trocou os pneus médios pelos macios voltando na terceira posição atrás das Mercedes de Hamilton e Bottas. A relargada aconteceu na volta 33 e Leclerc iniciou sua pressão sobre Bottas, mas sem resultados. Lewis Hamilton venceu o Grande Prêmio da Rússia com Valtteri Bottas em segundo, Charles Leclerc em terceiro, Max Verstappen em quarto e Alex Albon em quinto.

O menino que ficava em frente da TV com um prato fingindo ser um piloto de F1 nos anos 1990 e o cabeça de gasolina por trás do BOTECO F1.

Vídeos relacionados
Desenvolvido por
Contém Tecnologia