FERRARI não deve ser tão FRACA em SINGAPURA
Toto Wolff acredita que a Scuderia Ferrari deve ter um conjunto otimizado para as ruas de Marina Bay.
Por Sérgio Siverly em 16/09, às 13h09
Apesar do carro da Ferrari ser reconhecidamente fraco em pistas com alta pressão aerodinâmica, Toto Wolff, diretor da Mercedes, não acredita que o time terá um desempenho tão ruim como teve em Hungaroring, a última prova, até então, em um circuito travado. No Grande Prêmio da Hungria, Sebastian Vettel - 3° colocado - terminou pouco mais de 1 minuto atrás do vencedor, Lewis Hamilton. Considerando as próximas etapas, a tendência é que a Mercedes, ao lado da Red Bull, tenham desempenhos melhores. Por isso, Wolff foi perguntado se o time alemão irá focar a sua atenção no carro de 2020 devido aos cenários do final do calendário e a confortável situação tanto no campeonato de pilotos quanto de construtores.
🗣“A intensidade ainda está grande em 2019. Temos sete corridas para o final e temos uma sólida vantagem nos dois campeonatos, mas, obviamente, um ou dois finais de semana ruins podem mudar tudo.” Disse Wolff. 🗣“Então, precisamos continuar firmes. Você não pode levar nada como garantido. Sabíamos que Spa e Monza seria difícil para a gente. Singapura, no papel, parece ser melhor para nós e para a Red Bull.” 🗣“Mas, sem dúvidas, a Ferrari também aprendeu neste meio tempo e terá um conjunto melhor por lá, melhor do que o da Hungria.”
Sérgio Siverly
O menino que ficava em frente da TV com um prato fingindo ser um piloto de F1 nos anos 1990 e o cabeça de gasolina por trás do BOTECO F1.
BOTECO F1
Todos os direitos reservados
2020