LECLERC continua na FRENTE em 2°TL do GP da ITÁLIA
Por Sérgio Siverly em 06/09/2019, às 11h38

remove_red_eye  1656
Monegasco está com seu desempenho em dia e dominou a sexta-feira em Monza.
Logo no início da sessão, a maioria dos carros foi para a pista para começar suas simulações de corrida, pois as chances de chuva durante o segundo treino livre era de 80%. Um problema que a McLaren enfrentou, pois o carro de Lando Norris teve um problema e o britânico permaneceu fora de seu MCL33 enquanto todos saiam dos boxes. Os pilotos buscaram ficar o mais próximo possível do carro à frente em busca do famoso “tow”, que é quando se ganha vantagem aerodinâmica com o vácuo produzido pelo espaço entre o carro da frente e o de trás. Em teoria, o “gancho” dá 0.3s de tempo conquistado em Monza. Com pouco mais de uma hora para o fim do treino, os engenheiros começaram a alertar para uma possível chuva leve que começou a cair levando os fãs nas arquibancadas a abrirem os guarda-chuvas. Com 53 minutos, apesar da falta de carros na pista, a direção de prova decidiu paralisar a sessão com uma bandeira vermelha. Quando o caminhão de limpeza entrou na Variante della Roggia ficou claro que era preciso limpar o excesso de brita que tinha no asfalto. Após um longo tempo com ninguém na pista, Romain Grosjean deixou os pits liderando muitos outros carros. Assim como no treino da manhã, vários pilotos cometeram erros na curva 1. Outra coisa que não mudou na tarde foi o desempenho de Charles Leclerc que terminou como o mais rápido, seguido de Lewis Hamilton e Sebastian Vettel.

O menino que ficava em frente da TV com um prato fingindo ser um piloto de F1 nos anos 1990 e o cabeça de gasolina por trás do BOTECO F1.

Vídeos relacionados
Desenvolvido por
Contém Tecnologia