F1 resgata CARTÃO AMARELO para as CORRIDAS
Por Sérgio Siverly em 05/09/2019, às 16h24

remove_red_eye  1963
O diretor de corridas da FIA, Michael Masi, usará a bandeira branca e preta como um cartão amarelo.
O diretor de corridas da FIA, Michael Masi, trouxe de volta a bandeira preta e branca em Spa no último final de semana. Masi disse que a bandeira deve ser considerada como o cartão amarelo da F1. A bandeira é um aviso de que um piloto teve uma “conduta antidesportiva” na pista. A última vez que a sinalização tinha sido utilizada foi no Grande Prêmio da Malásia de 2010 para o então piloto da McLaren, Lewis Hamilton. O ex-diretor de corridas da categoria, Charlie Whiting, tinha abandonado o uso da bandeira, usando mensagens de rádio para avisar os pilotos.
🗣“A bandeira preta e branca é usada para atitudes antidesportivas e não tinha sido utilizada desde 2010, aparentemente, mas uma das conversas que estamos tendo com os diretores esportivos é de usá-la.” Disse Masi. 🗣“Uma das razões pelas quais eu não tinha usado ainda era entender todas as bandeiras possíveis e descobrir porque elas deixaram de ser utilizadas e ninguém conseguiu me dar uma razão válida.” 🗣“Ela é uma das bandeiras que existe no código e cada um dos diretores esportivos, cada um dos pilotos está à favor de seu uso. É, efetivamente, a versão automobilística do cartão amarelo.”
Assim como o cartão amarelo no futebol, a bandeira preta e branca é mostrada apenas uma vez, se for usada pela segunda vez com o mesmo piloto, iniciará uma investigação dos comissários e poderá gerar uma punição. Mas vocês que jogam o F1 no vídeo-game já sabem como ela funciona, não é mesmo?

O menino que ficava em frente da TV com um prato fingindo ser um piloto de F1 nos anos 1990 e o cabeça de gasolina por trás do BOTECO F1.

Vídeos relacionados
Desenvolvido por
Contém Tecnologia