VERSTAPPEN NÃO tinha como COBRIR pit de HAMILTON
Por Sérgio Siverly em 06/08/2019, às 19h34

remove_red_eye  1523
Christian Horner acredita que o ritmo de corrida da Mercedes era superior na Hungria.
A Red Bull não teve defesa contra a estratégia da Mercedes que ajudou Lewis Hamilton a vencer o Grande Prêmio da Hungria, de acordo com Christian Horner. 🗣“Sentimos que o Max teria a situação sob controle. Conseguimos ouvir que quando o Lewis se aproximava, o carro começava a superaquecer, assim como os freios etc.” Disse Horner. 🗣“Com os dois tão à frente do resto do pelotão e o ritmo que eles tinham na Mercedes, estrategicamente foi a coisa mais óbvia a se fazer, rolando os dados com o pit stop.”
Tanto o pit stop quanto a volta de saída (out-lap) de Hamilton foram muito boas, o que, imediatamente, mostrou que se Verstappen parasse para cobrir, perderia a posição. 🗣“Na metade da out-lap, ele já estava colado no Verstappen, o que nos mostrou que ele iria permanecer à frente se parássemos. Então, não tivemos a possibilidade de parar o Max logo na volta seguinte porque ele iria perder a posição.” 🗣“Ele começou a usar mais o pneu do que queria e conseguiu manter a diferença até os dois passarem o tráfego. Daí quando os dois tiveram pista livre, o Lewis começou a se aproximar.” 🗣“Com três ou quatro voltas para o fim, com uma vantagem tamanha de aderência, o Max foi um alvo fácil. Tivemos a oportunidade de marcar a volta mais rápida, mas eu acho que hoje a Mercedes, provavelmente, teve um carro um pouco mais rápido do que o nosso em condições de corrida.”

O menino que ficava em frente da TV com um prato fingindo ser um piloto de F1 nos anos 1990 e o cabeça de gasolina por trás do BOTECO F1.

Vídeos relacionados
Desenvolvido por
Contém Tecnologia