TURBULÊNCIA entre CARROS está PIOR do que NUNCA
Por Sérgio Siverly em 11/07/2019, às 18h39

remove_red_eye  941
Nico Hulkenberg disse que as mudanças para 2019 surtiram o efeito oposto do que prometiam.
Nico Hulkenberg disse que as mudanças de regulamento para este ano não melhoraram a turbulência de um carro para outro na F1. 🗣“Eu sinto que está pior do que nunca, para ser honesto. Especialmente quando você chega bem perto, talvez cinco décimos.” 🗣“Se o cara que estiver na sua frente oscilar ou cometer um erro, a falta de aderência repentina que você experimenta é, às vezes, drástica e você é forçado a tirar o pé do acelerador ou vai parar fora da pista.”
🗣“É como bater no muro da China ou ter o assoalho retirado dos seus pés.” Hulkenberg acredita que apenas uma revolução fundamental no regulamento irá ser bem sucedida para gerar um impacto positivo em como os carros se comportam quando estão próximos uns dos outros em corrida. 🗣“Precisamos de um conceito diferente, eu entendo que estamos a caminho disso. Acho que o regulamento técnico está indo na direção certa e para mim, o mais importante é realmente trabalhar as regras aerodinâmicas da forma correta para que nós possamos ter batalhas limpas e próximas.”
O piloto alemão, ao lado de Lewis Hamilton, participou de uma reunião no fim do mês passado que contou com os dirigentes da categoria, assim como os chefes de equipe e a FIA. Em pauta, o novo regulamento para 2021. 🗣“Todos naquela reunião realmente entenderam que precisamos de mais emoção e todos querem isso porque, no fim do dia, um bom espetáculo é o que vende a F1 e o que produz um bom entretenimento.” O regulamento para a F1 pós 2020 deve ser anunciado no fim de outubro.

O menino que ficava em frente da TV com um prato fingindo ser um piloto de F1 nos anos 1990 e o cabeça de gasolina por trás do BOTECO F1.

Vídeos relacionados
Desenvolvido por
Contém Tecnologia