F1 pode INTRODUZIR TETO SALARIAL para PILOTOS
Times da categoria teriam concordado em impor um limite para os salários dos pilotos a partir de 2023.
Por Sérgio Siverly em 28/10, às 08h17

Os times da Fórmula teriam chegado a um acordo para introduzir um teto salarial aos seus pilotos a partir de 2023. O teto seria no valor de 30 milhões por ano.

De acordo com o correspondente de F1 do Daily Mail, Jonathan McEvoy, os times concordaram em unanimidade com a ideia em uma reunião virtual com a comissão da categoria na última segunda-feira.

Vale lembrar que a F1 terá um teto orçamentário de 145 milhões por ano a partir da próxima temporada e esse valor cairá progressivamente para 135 milhões em 2023, mas esse número não inclui o salário dos pilotos, assim como os diretores de alto escalão, gastos com marketing, hotelaria e unidades de potência.

Não são todos os pilotos que ganham, atualmente, um valor acima do que seria o teto salarial. Apenas Lewis Hamilton, Sebastian Vettel e Daniel Ricciardo ultrapassariam o limite e teriam que se acostumar com o corte.


Sérgio Siverly
O menino que ficava em frente da TV com um prato fingindo ser um piloto de F1 nos anos 1990 e o cabeça de gasolina por trás do BOTECO F1.

BOTECO F1
Todos os direitos reservados
2020