Vaga de RUSSELL na WILLIAMS estaria AMEAÇADA
Sergio Pérez poderia fechar contrato com a equipe de Grove, deixando George Russell fora do grid em 2021.
Por Sérgio Siverly em 17/10, às 09h14

As vagas restantes no grid são poucas, mas ainda deixam o mercado de pilotos bem movimentado. Então, temos um novo rumor para você: George Russell poderia perder sua vaga na Williams para Sergio Pérez! Sim, isso mesmo que você leu.

Mas como isso, Sérgio?!

Então, você já sabe que o Pérez perdeu a vaga na Racing Point - que será Aston Martin - para o Sebastian Vettel e acredita-se que o mexicano poderia fechar contrato com a Haas, mas segundo alguns jornalistas franceses (Motorsport.com e Canal +), o piloto da Fórmula 2, Nikita Mazepin, já teria até fechado negócio com a equipe estadunidense.



Se isso aconteceu ou acontecer, Pérez ficaria sem vaga no grid, mas pode ser que o mexicano esteja de olho numa vaga na Williams que atualmente conta com Nicholas Latifi e George Russell.

Lembrando que a Williams foi vendida neste ano e pode ser que os laços com a Mercedes - que garantem Russell no time - não sejam mais tão fortes assim. Latifi não deve sair, pois traz muito dinheiro para a equipe e sabemos que nunca existe uma frase onde uma pessoa dirá “temos dinheiro demais!”.

Falando em dinheiro, o pai do Nikita, Dmitry Mazepin, é um bilionário que fez uma oferta à Force India que acabou sendo comprada por Lawrence Stroll. E agora os rumores indicam que Mazepin estaria negociando com Gene Haas, a possibilidade de comprar o seu time. Algo que já ouvimos é que Haas estaria pensando seriamente em vender a equipe, pois não estaria tão interessado em manter o controle do time.



O diretor da Haas, Guenther Steiner, disse que o time tem uma lista com nomes de pilotos que podem assumir o carro no ano que vem e não negou a possibilidade de Mazepin ser um deles. Neste momento, é bem improvável que Romain Grosjean e Kevin Magnussen permaneçam na equipe.

Fique de olho nessa novela, pois nós estaremos e te informaremos sobre novos capítulos assim que “eles forem ao ar”.

Sérgio Siverly
O menino que ficava em frente da TV com um prato fingindo ser um piloto de F1 nos anos 1990 e o cabeça de gasolina por trás do BOTECO F1.

BOTECO F1
Todos os direitos reservados
2020