Bottas não ficou feliz com estratégia da Mercedes
Piloto finlandês disse que a equipe precisa estudar a estratégia adotada no GP de 70 anos da F1.
Por Sérgio Siverly em 10/08, às 12h44

Valtteri Bottas não ficou feliz com a estratégia da Mercedes para a sua corrida no último domingo.

Bottas começou a prova na pole position e a liderou por 13 voltas antes de ser chamado para o seu primeiro pit stop, mudando dos pneus médios para os duros, mas a Red Bull deu um xeque-mate e Max Verstappen - que tinha largado com pneus duros - venceu a prova.

Aparentemente, Bottas ficou ainda mais irritado com a perda do segundo lugar para Lewis Hamilton que teve um longo tempo com os pneus duros, antes de parar pela segunda vez perto do final da corrida.

”É muito frustrante, obviamente. Começar da pole e terminar em terceiro não é o ideal. Como time, estávamos dormindo no ponto quando o Max conseguiu nos ultrapassar. Minha estratégia foi longe, longe da ideal. Então, temos muito o que aprender de hoje”, disse o piloto de 30 anos na entrevista pré-pódio.

”Tínhamos uma chance de ficar com o Max, mas assim que eu começava a acelerar, os pneus acabavam. Tínhamos bolhas nos pneus. Parece que a Red Bull não teve nenhum, então eles claramente tinham a vantagem”.

”Os pneus apenas superaqueceram, basicamente cozinharam. Você tem buracos no pneu e perde aderência. Quando você tem bolhas em um pneu em particular, perde aderência e fica cada vez mais lento. Vamos seguir em frente. Claro, um dia difícil, mas seguimos”.

Depois da prova de ontem, Bottas caiu para o terceiro lugar no mundial de pilotos, atrás de Hamilton e Verstappen.

Sérgio Siverly
O menino que ficava em frente da TV com um prato fingindo ser um piloto de F1 nos anos 1990 e o cabeça de gasolina por trás do BOTECO F1.

BOTECO F1
Todos os direitos reservados
2020