FIA anuncia MELHORIAS na SEGURANÇA de MONOPOSTOS
Entidade anunciou mudanças e pesquisas para otimizar a segurança do automobilismo mundial.
Por Sérgio Siverly em 19/05, às 14h49

A FIA anunciou uma série de mudanças de segurança, incluindo melhorias nos designs dos carros de F1 e outros monopostos, após a investigação de 28 acidentes sérios em circuitos durante 2019.

Os testes de impacto serão mais rigorosos, tanto para os carros da F1 quanto para os da F2, F3, F4 e Fórmula E. A estrutura de impacto dianteira também será revista e pesquisas para estruturas laterais mais resistentes estão em andamento.

As amarras - já presentes nas rodas para evitar que elas saiam voando em acidentes - também serão aplicadas em peças maiores dos carros, algo que a IndyCar já usa. Mais pesquisas estão sendo realizadas para reduzir a possibilidade de peças menores serem ejetadas.




Mudanças no design das asas dianteiras e como elas são acopladas nos carros também estão sendo consideradas. Uma das áreas de pesquisa está examinando a possibilidade das asas terem uma falha controlada em caso de riscos para reduzir a chance de uma falha imprevisível.

Potenciais melhorias aos encostos de cabeça também estão sendo estudadas, assim como um novo design para o assento em carros com cockpit fechado. As melhorias de segurança também serão realizadas em pistas, particularmente em áreas de escape e na construção de barreiras de segurança.

As novas barreiras desenhadas para melhorar desempenho quando atingidas em ângulo de 0 a 20 graus estão sendo introduzidas. As áreas de escape terão seu asfalto especial otimizado para diminuir velocidade e a forma como os pilotos poderão voltar à pista serão replanejadas.




A FIA também está procurando uma forma de alertar os pilotos mais rapidamente de um perigo no circuito. Teremos a introdução de um novo sistema de notificação de acidentes para que os pilotos possam reagir com mais antecedência às bandeiras amarelas.

Um sistema de aviso também será adicionado aos carros para alertar os pilotos de uma possível perda na pressão do pneu.

Sérgio Siverly
O menino que ficava em frente da TV com um prato fingindo ser um piloto de F1 nos anos 1990 e o cabeça de gasolina por trás do BOTECO F1.

BOTECO F1
Todos os direitos reservados
2020