McLAREN considera HIPOTECAR SEDE e CARROS
Empresa quer levantar fundo para conseguir passar pela crise da pandemia com menos dificuldade.
Por Sérgio Siverly em 15/05, às 13h43

O Grupo McLaren está considerando hipotecar a sua sede em Woking, assim como seus carros históricos, para ajudar financeiramente a empresa durante a crise da Covid-19.

O Grupo, que inclui a McLaren Automotive, assim como a equipe de F1, quer levantar £275 milhões com a JP Morgan, de acordo com a Sky News. A empresa começou sua jornada em busca de ajuda depois que o governo britânico lhe negou um empréstimo de £150 milhões.

Tanto a queda na venda de seus super carros quanto a paralisação da temporada da F1 afetaram bruscamente a receita da companhia. Em março, os principais shareholders da McLaren, liderados pela Mumtalakat, injetaram £300 milhões na empresa, mostrando seu compromisso com o negócio que emprega, aproximadamente, 4.000 pessoas.




🗣“Assim como muitos negócios através da Grã-Bretanha, a McLaren tem sido severamente afetada pela pandemia e estamos explorando uma variedade de diferentes opções de investimentos para nos ajudar a navegar por essa interrupção de curto-prazo”, comunicou a empresa através de um porta-voz.

O Centro de Tecnologia da McLaren, localizado em Woking e considerado uma obra de arte da arquitetura moderna, tem valor estimado em £200 milhões. Já a vasta coleção de carros históricos - muitos que levaram o campeonato em seus anos dourados - tem valor estimada de £250 milhões.

Sérgio Siverly
O menino que ficava em frente da TV com um prato fingindo ser um piloto de F1 nos anos 1990 e o cabeça de gasolina por trás do BOTECO F1.

BOTECO F1
Todos os direitos reservados
2020