Brundle comenta pressão da Mercedes F1 sobre a FIA
Mais de um mês após o muito discutido GP de Abu Dhabi, muitas pessoas ainda comentam sobre aquela corrida e seu polêmico desfecho que decidiu o campeonato de 2021.
Por Kadu Gouvêa em 15/01, às 10h07
Ir para a notícia original

Mais de um mês após o muito discutido GP de Abu Dhabi, muitas pessoas ainda comentam sobre aquela corrida e seu polêmico desfecho que decidiu o campeonato de 2021. A Sky Sports dedicou uma transmissão online especial sobre o assunto e suas implicações para Lewis Hamilton, que deixaria sua decisão de retornar ou não à categoria, condicionada ao resultado da investigação da FIA.

Os comentaristas da Sky já indicaram que não acreditam que Hamilton quisesse pendurar o capacete por causa da decisão de Michael Masi na última volta da corrida. O ex-piloto de Fórmula 1 Martin Brundle, acrescentou que, se Hamilton realmente tivesse dúvidas, isso teria mais a ver com sua própria motivação para correr.

Alguns dizem que o heptacampeão teria problemas para aparecer no grid com Masi como diretor de corrida, mas Brundle não acha que isso seja motivo para desistir. “Estou um pouco desconfortável com uma equipe e um piloto começando a determinar quem está fazendo o que no Controle de Corrida, ou qualquer outro papel na F1, isso é o rabo abanando o cachorro até certo ponto”, disse ele.

Ele continuou: “Se eu fosse um chefe de equipe na Fórmula 1 e meu piloto viesse até mim e dissesse que não quer mais correr se esse cara estiver por perto, eu imediatamente pararia de pensar em controle de corrida e acharia que meu piloto perdeu a motivação”. Brundle acrescenta que não acredita que Hamilton tenha perdido sua motivação, mas acha que uma linha deve ser traçada em algum lugar em termos de equipes que interferem nos assuntos da FIA.


BOTECO F1
Todos os direitos reservados
2022