Wolff afirma não saber sobre vontade de Hamilton com relação à F1
O chefe da equipe Mercedes, Toto Wolff, lançou mais dúvidas sobre se Lewis Hamilton retornará à F1 nesta temporada.
Por Kadu Gouvêa em 14/01, às 14h52
Ir para a notícia original

O chefe da equipe Mercedes, Toto Wolff, lançou mais dúvidas sobre se Lewis Hamilton retornará à F1 nesta temporada.

A desilusão vivida por Hamilton e Wolff após o controverso final da temporada em Abu Dhabi no mês passado parece ainda permanecer.

Em entrevista esta semana à publicação austríaca Kronen Zeitung, Wolff afirmou que o que aconteceu no circuito de Yas Marina em meados de dezembro “nunca será esquecido”.

Desde então, quando Hamilton perdeu seu oitavo título devido às decisões tomadas pelo diretor de corridas da FIA, Michael Masi, nas voltas finais da prova, o britânico manteve seu silêncio.

Questionado sobre uma possível aposentadoria de Hamilton, Wolff respondeu: “Eu realmente espero que o vejamos novamente. Ele é a parte mais importante da nossa categoria. Seria péssimo para toda a Fórmula 1 se o melhor piloto decidir sair por causa de decisões ultrajantes.”

Wolff sugeriu que Hamilton ainda está achando difícil aceitar a injustiça que sofreu, e que foi cometida por Masi, cuja posição na FIA também permanece em dúvida.

“Não importa quais obstáculos ele tenha enfrentado, ele soube a vida toda que tem que responder na pista”, acrescentou Wolff.

“Mas é incrivelmente difícil para ele até que ele encontre uma maneira de entender o certo e o errado. Leva tempo.”

Mesmo um mês após os eventos de Abu Dhabi, Wolff ainda acha difícil compreender como a situação se desenrolou.

“O que aconteceu com Lewis foi simplesmente errado”, afirmou Wolff. “Ele estava imbatível naquele dia até que a direção da corrida estragou tudo e decidiu violar três regras escritas no regulamento.”

“É difícil de entender. Sempre permanecerá conosco, mesmo que Max (Verstappen) tenha sido digno do título pelo desempenho ao longo da temporada, mas naquele dia Lewis foi melhor e não ganhou”, finalizou Wolff, relembrando que os dois pilotos chegaram empatados em pontos na última corrida, e portanto, qualquer um dos dois que vencesse a prova seria o campeão.


BOTECO F1
Todos os direitos reservados
2022