Brundle não acredita que Hamilton deixe a F1
Lewis Hamilton ainda não confirmou seu retorno à F1 nesta temporada, permanecendo em silêncio contínuo desde o GP de Abu Dhabi no ano passado.
Por Kadu Gouvêa em 14/01, às 11h13
Ir para a notícia original

Lewis Hamilton ainda não confirmou seu retorno à F1 nesta temporada, permanecendo em silêncio contínuo desde o GP de Abu Dhabi no ano passado.

O ex-piloto de F1 e atual comentarista da Sky Sports F1, Martin Brundle, está convencido de que o heptacampeão não vai encerrar a controvérsia que se desenrolou no circuito de Yas Marina em meados de dezembro.

Hamilton manteve silêncio desde que mostrou dignidade na derrota para Max Verstappen, da Red Bull, naquele dia, devido ao que o chefe da equipe Mercedes, Toto Wolff, descreveu como ‘desilusão’ com a categoria e o desligamento de todas suas mídias sociais.

Isso levou a um debate considerável sobre se Hamilton retornará, principalmente se o homem que efetivamente lhe custou outro campeonato, o diretor de corridas da FIA, Michael Masi, permanecer no comando, sendo cogitado até mesmo da própria Mercedes desistir da categoria.

Descartando esses comentários no canal da Sky Sports F1 no YouTube, Brundle disse: “Absolutamente não. Não compre nada disso. Tenho certeza que Toto está sendo questionado por Lewis, sobre o que a Mercdedes está fazendo sobre isso.”

“A Fórmula 1 é um sucesso fantástico para a marca Mercedes-Benz. Lewis tem 37 anos, sabemos que ele ainda está no auge e é incrivelmente determinado e competitivo, acredito que ele estará de volta.”

Brundle não pode acreditar que Hamilton vá se aposentar se Masi continuar dando as cartas na F1 este ano, acreditando que isso iria contra o seu desejo.

“Estou um pouco desconfortável, de uma equipe e um piloto começando a determinar quem está fazendo o que no controle da corrida, ou em qualquer outro papel na Fórmula 1”, disse Brundle.

“Se meu piloto viesse até mim, se eu fosse um chefe de Fórmula 1, e dissesse ‘Olha, acho que não quero mais correr se esse cara ainda estiver por perto’, eu imediatamente pararia de pensar: ‘Meu piloto perdeu a motivação?’, o que, é claro, Lewis não perdeu. Acredito que Lewis estará de volta e pressionará o acelerador cada vez mais forte”, acrescentou.


BOTECO F1
Todos os direitos reservados
2022