Wolff não agradou a todos na Mercedes F1 quando chegou na equipe
Toto Wolff tem toda a Mercedes completamente ao seu lado, mas quando entrou na equipe em 2013, nem todos ficaram imediatamente convencidos.
Por Kadu Gouvêa em 14/01, às 11h02
Ir para a notícia original

Toto Wolff tem toda a Mercedes completamente ao seu lado, mas quando entrou na equipe em 2013, nem todos ficaram imediatamente convencidos. O austríaco teve que trabalhar duro para ganhar a confiança dos funcionários da Mercedes.

A Mercedes entrou na F1 em 2010 com grandes planos. Após um ano de categoria ainda sob o nome de BrawnGP, havia uma base sólida para o sucesso. Com Brawn e o chefe de equipe Norbert Haug, simplesmente não funcionaria com o nome Mercedes para se tornar um sucesso. Isso só aconteceu depois que Wolff foi nomeado.

O atual chefe da equipe Mercedes foi trazido da Williams para a Mercedes, e Wolff desempenhou um papel particularmente importante em quanto a Mercedes investiria. De fato, Wolff viu que a Mercedes não estava investindo dinheiro suficiente no projeto para ser realmente bem-sucedido.

Além das finanças da empresa-mãe, a equipe também precisava colocar todos na mesma direção. Wolff tentou fazer isso em seu primeiro discurso para a equipe, mas nem todos ficaram imediatamente entusiasmados: “Já ouvimos isso antes”, foi muito ouvido.

No entanto, Wolff não parou apenas em um discurso, mas também mostrou com suas ações que queria levar o time ao topo. Isso garantiu que a Mercedes conquistasse o título mundial entre construtores e pilotos em 2014 e o faria por mais seis anos depois disso, além de um título mundial entre construtores em 2021.


BOTECO F1
Todos os direitos reservados
2022