F1 estuda uso de MOTORES de DOIS TEMPOS
Por Sérgio Siverly em 15/01/2020, às 04h21

remove_red_eye  2480
A categoria está analisando a evolução da tecnologia para, possivelmente, aplicá-la em um futuro próximo.
O diretor técnico da F1, Pat Symonds, disse que, talvez, o melhor motor para o futuro da categoria será o de dois tempos. 🗣“Precisamos analisar como serão as nossas unidades de potência no futuro. É o que estamos fazendo na F1, no momento. Tendo a acreditar que teremos um motor de dois tempos.” Disse Symonds na conferência da Motorsport Industry Association. 🗣“Muito mais eficiente, um bom som através do escapamento e a maioria dos problemas do motor de dois tempos não existem mais. O motor de pistão oposto está voltando e já temos uma eficiência de 50% em carros de rua.” https://youtu.be/hSXeAkrtyMA 🗣“Injeção direta, pressão na câmara de combustão e novos sistemas de ignição permitiram que as novas formas de motor de dois tempos sejam muito eficientes e sem emissões grandes de carbono. Acho que é um futuro promissor.” Apesar do sucesso da Fórmula E com as montadoras, Symonds acredita que a F1 - apesar de continuar a usar motores de combustão interna - pode recuperar montadoras através do foco em combustíveis sustentáveis que combinam carbono recuperado do ambiente com hidrogênio. 🗣“Não existe nada de errado com carros elétricos, mas existem motivos pelos quais eles não são a solução para todos. O motor de combustão interna tem uma longa vida. Um futuro maior do que alguns políticos imaginam porque eles estão com todas as atenções voltadas à tecnologia elétrica.” https://youtu.be/8t1UmCSvV-0 🗣“Acho que existe uma grande chance do motor de combustão interna continuar a existir, mas, talvez, com hidrogênio.”

O menino que ficava em frente da TV com um prato fingindo ser um piloto de F1 nos anos 1990 e o cabeça de gasolina por trás do BOTECO F1.

Vídeos relacionados
Desenvolvido por
Contém Tecnologia