WILLIAMS fecha PATROCÍNIO com o RBC
Equipe de Grove perdeu alguns patrocínios, mas recupera investimento com chegada do Royal Bank of Canada.
Por Sérgio Siverly em 11/01, às 11h04
A Williams adicionou mais um patrocinador canadense em sua lista: o Banco Real do Canadá. Após a pior temporada de sua história moderna, a equipe de Grove perdeu a PKN Orlen para a Alfa Romeo e a Rexona para a McLaren. Entretanto, o time conseguiu renovar o contrato com a Sofina Foods - que pertence ao pai de seu novo piloto, Nicholas Latifi - e com a companhia italiana de cafés, Lavazza. 🗣“Estamos lisonjeados em termos o RBC como parceiros do time para a temporada de 2020. A F1 é um esporte com palco mundial e estamos orgulhosos com a parceria com uma instituição financeira global que é apaixonada em ajudar jovens atletas a alcançar sucesso em todos os tipos de esporte.”
🗣“Destravar o potencial de jovens atletas é uma prioridade na RBC e essa parceria nos permitirá continuar apoiando o talentoso piloto canadense Nicholas Latifi, quando ele fará sua estreia na F1 nessa primavera.” Disse o vice-presidente do RBC, Matt McGlynn. 🗣“Estamos ansiosos por trabalhar com nossos parceiros na Rokit Williams Racing em 2020 e torcer por Nicholas em seu país natal.”
Sérgio Siverly
O menino que ficava em frente da TV com um prato fingindo ser um piloto de F1 nos anos 1990 e o cabeça de gasolina por trás do BOTECO F1.
BOTECO F1
Todos os direitos reservados
2020