MERCEDES teve o MELHOR CARRO do ANO, mas POR POUCO
A diferença média da Mercedes para o resto do pelotão caiu em 2019, quando comparado com o ano anterior.
Por Sérgio Siverly em 07/12, às 11h57
A temporada de 2019 teve a Mercedes dominando o pelotão novamente, mas contou com boas corridas e histórias durante os 21 eventos. Apesar do bom desempenho apresentado pela Ferrari após o recesso de verão, que incluiu seis poles consecutivas, a Mercedes, no geral, teve o carro mais rápido da temporada em classificação. Mas a média foi bem pequena em comparação com os anos anteriores. As Flechas de Prata foram apenas 0.16% mais rápidas. Outra boa notícia é que a diferença entre as três melhores equipes e o resto do pelotão diminuiu em 2019.
No ano passado, os outros seis times ficaram cerca de 1.9% a 2.9% da volta mais rápida. Nesta temporada, a média caiu para 1.6% a 2.3%. Confira a lista com as médias de diferença para o pole position em 2019: 1) Mercedes: 0,16% 2) Ferrari: 0,33% 3) Red Bull: 0,65% 4) McLaren: 1,66% 5) Renault: 1,91% 6) Haas: 2,13% 7) Toro Rosso: 2,15% 8) Alfa Romeo: 2,21% 9) Racing Point: 2,38% 10) Williams: 4,3%
Sérgio Siverly
O menino que ficava em frente da TV com um prato fingindo ser um piloto de F1 nos anos 1990 e o cabeça de gasolina por trás do BOTECO F1.
BOTECO F1
Todos os direitos reservados
2020