RACING POINT pode VIRAR ASTON MARTIN em BREVE
Por Sérgio Siverly em 05/12/2019, às 14h46

remove_red_eye  2527
Lawrence Stroll estaria interessado em comprar a clássica marca de carros britânica.
A Racing Point pode ser renomeada como Aston Martin, após Lawrence Stroll, declarar seu desejo de comprar a famosa marca de carros britânica. Stroll que, supostamente, tem mais de 2 bilhões de Libras em seu nome, liderou um consórcio que comprou a Force India no meio do ano passado. A equipe foi renomeada como Racing Point e tem recebido investimento pesado, como, por exemplo, a expansão de sua fábrica no ano que vem. O site RaceFans entende que Stroll está considerando a compra da Aston Martin, aproveitando a queda de valor da fabricante. Os preços das ações da Aston Martin caíram de £19 para cerca de £5, causando uma perda de £80 milhões nos primeiros seis meses de 2019.
Uma fonte indicou que Stroll pretende colocar a emblemática cor “verde britânica” na Racing Point, se conseguir o controle da Aston Martin, que estabeleceu um centro de engenharia em Silverstone, próximo à fábrica da equipe de F1, em dezembro do ano passado. A mudança pode ter sérias implicações para a Red Bull, cujo patrocinador principal é a Aston Martin. As duas empresas colaboraram no hiper-carro Valkyrie, que deve entrar no Campeonato Mundial de Endurance 2020-21, incluindo participação nas 24 Horas de Le Mans. Stroll, um entusiasta ávido do automobilismo com uma extensa coleção de carros clássicos, fez sua fortuna na indústria da moda através de marcas como Tommy Hilfiger, Ralph Lauren e Pierre Cardin.
Stroll não quis se pronunciar sobre a possível compra da Aston Martin.

O menino que ficava em frente da TV com um prato fingindo ser um piloto de F1 nos anos 1990 e o cabeça de gasolina por trás do BOTECO F1.

Vídeos relacionados
Desenvolvido por
Contém Tecnologia