BOTTAS é o MAIS RÁPIDO enquanto VETTEL BATE
Por Sérgio Siverly em 29/11/2019, às 08h06

remove_red_eye  1115
Finlandês foi meio segundo mais rápido do que Max Verstappen em primeira sessão de treinos em Abu Dhabi.
Valtteri Bottas liderou confortavelmente a primeira sessão de treinos do GP de Abu Dhabi, auxiliado pela nova unidade de potência em seu Mercedes. A FIA confirmou durante a sessão que Bottas começará no fim do pelotão no domingo depois da troca de motor, turbo e MGU-K. O piloto usou bem seus novos componentes na manhã desta sexta-feira. O finlandês ficou meio segundo à frente da Red Bull de Max Verstappen, mesmo usando pneus médios contra os macios de Verstappen. Vale lembrar que o primeiro treino em Yas Marina é realizado num horário mais cedo do que a classificação e a corrida, portanto, as condições de pista tornam a sessão não tão significativa.
O treino chegou ao fim devido a uma bandeira vermelha quando Sebastian Vettel bateu na barreira na curva 19. O piloto perdeu a traseira do carro ao passar por cima de uma zebra interna. Vettel danificou sua roda traseira esquerda e a suspensão de seu SF90. A bandeira vermelha provocada pelo tetracampeão foi a segunda da manhã. Meia hora antes, o motor Renault de Daniel Ricciardo explodiu quando o australiano estava no terceiro setor. Como Ricciardo estava usando uma unidade de potência antiga, não deve perder posições por troca de componentes.
No ano passado, Lewis Hamilton usou o número um na frente do seu Mercedes - e o habitual 44 na parte de trás - na primeira sessão de treinos em Yas Marina devido aos pedidos de seus mecânicos. Neste ano, o hexacampeão teve o mesmo gesto e terminou com o terceiro tempo mais rápido, apesar de problemas com o motor. Alexander Albon ficou em quarto à frente de Vettel, enquanto Romain Grosjean, com o sexto mais rápido, tentou uma nova configuração em sua Haas. O francês ficou à frente de Charles Leclerc por pouco, enquanto Kevin Magnussen garantiu que os dois VF-19 aparecessem entre os oito primeiros. Antonio Giovinazzi foi o próximo e Nico Hulkenberg começou seu provável último final de semana na F1 em 10º.

O menino que ficava em frente da TV com um prato fingindo ser um piloto de F1 nos anos 1990 e o cabeça de gasolina por trás do BOTECO F1.

Vídeos relacionados
Desenvolvido por
Contém Tecnologia