FERRARI estaria ESTUDANDO ORDENS de EQUIPE em 2020
Por Sérgio Siverly em 25/11/2019, às 10h35

remove_red_eye  1069
A equipe italiana escolheria um piloto para apoiar após as quatro primeiras corridas da próxima temporada.
A Ferrari disse que conseguiu limpar o clima entre seus dois pilotos depois que Sebastian Vettel e Charles Leclerc abandonaram o GP Brasil devido a uma colisão. Como a Scuderia já conquistou o segundo lugar no campeonato mundial de construtores, o incidente em Interlagos não causou grandes danos, mas ficou claro que os diretores da marca ficaram chateados com o lance. Informações da semana passada afirmavam que o chefe da equipe, Mattia Binotto, conversaria com Vettel e Leclerc para resolver a situação e estabelecer regras básicas para 2020.
Mas a idéia de uma reunião com os dois pilotos parece ter sido trocada em favor de uma série de encontros individuais entre Binotto e seus pilotos. 🗣"Desde domingo passado, Mattia e os pilotos conversam todos os dias, como normalmente fazem. Não houve reunião oficial, nem videoconferência. O clima está totalmente ameno e estamos focando em Abu Dhabi.” Disse um porta-voz da Ferrari à BBC na última sexta-feira. Não houve mais detalhes sobre o que foi discutido ou que conclusões foram encontradas. Houve sugestões da mídia de que a Ferrari pode escolher um dos dois como primeiro piloto após as primeiras quatro corridas de 2020 e, em seguida, usar ordens de equipe para impulsionar a campanha pelo título. https://youtu.be/qjXu3tdXmoY Essa sugestão, talvez, explique a rivalidade entre Vettel e Leclerc, pois os dois disputam o apoio da Ferrari na possível luta pelo título da próxima temporada.

O menino que ficava em frente da TV com um prato fingindo ser um piloto de F1 nos anos 1990 e o cabeça de gasolina por trás do BOTECO F1.

Vídeos relacionados
Desenvolvido por
Contém Tecnologia